quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Galápagos: Anos de seca ou chuva alteram tentilhões

Natureza ultrapassa cálculos de Darwin
 
Um casal norte-americano de biólogos, Peter e Rosemary Grant (da Universidade de Princeton), aprofundou os estudos com os tentilhões das Galápagos (que permitiram a Charles Darwin, no século XIX, elaborar a teoria da selecção natural e origem das espécies), percebendo que as alterações ocorrem a um ritmo mais acelerado do que o previsto pelo naturalista inglês.
Desde 1973, e depois de observarem mais de 19 mil exemplares, de 25 gerações, das várias espécies de tentilhões das Galápagos, os Grant, professores de Ecologia e Biologia Evolutiva, aperceberam-se que as alterações morfológicas – no tamanho dos indivíduos e extensão ou forma dos bicos – ocorrem rapidamente, bastando alguns anos de seca extrema ou de pluviosidade (chuva) anormalmente elevada.

As observações foram registadas na ilha de Daphne Mayor que, pela localização geográfica, é uma ilha de difícil acesso, sem fontes de água potável, sem qualquer interferência humana e susceptível às alterações climáticas, como o ‘El Niño’.

Assim, e por exemplo, em anos de maior seca, os tentilhões mais aptos a sobreviver revelam-se os de maior tamanho e com bicos mais fortes: mais capazes, portanto, de partir as sementes mais duras (a que de outro modo não teriam de recorrer). Em compensação, nos anos de mais chuva, os tentilhões pequenos e de bico mais curto têm uma vantagem competitiva que reside na facilidade em encontrar a maior quantidade de sementes, sendo estas também mais macias e fáceis de manobrar (a mesma vantagem que uma pinça tem sobre um alicate para recolher sementes de alpista).
Segundo os Grant, em artigo publicado na revista ‘Science’, as diferenças de clima tiveram como consequência que as espécies de bico mais curto e fino produzissem filhos de bico maior e mais forte (nos anos de seca) e as de bico maior, filhos com bico mais curto e fino (nos anos de chuva).

Para ter uma ideia do lapso temporal, os dois biólogos norte-americanos registaram um período de pluviosidade mais elevada, após o ‘El Niño’ de 1993, e um outro de seca prolongada, de 2002 a 2005, num intervalo de pouco mais de dez anos.

Por comparação, a teoria da selecção natural e da origem das espécies de Darwin partiu do pressuposto de que as 14 espécies de tentilhões existentes nas 58 ilhas Galápagos – separadas da América do Sul por cerca de mil quilómetros de mar – descendem de um único antepassado comum. A mesma teoria calcula em dois ou três milhões de anos a separação nas actuais 14 espécies.

ESPÉCIES-CHAVE DO EVOLUCIONISMO

As 14 espécies de tentilhões das Galápagos constituíram a base do evolucionismo. Assumindo a descendência de um mesmo antepassado, Darwin atribuiu as diferenças entre espécies à adaptação ao habitat mais favorável em cada ilha ou zona.

TRABALHO DE CAMPO

Peter Grant, biólogo da Universidade de Princeton (Estados Unidos), estuda os tentilhões nas ilhas Galápagos desde 1973. Acompanhado de Rosemary, sua mulher e também bióloga, percebeu que as alterações na origem de novas espécies se processam a um ritmo mais acelerado do que o previsto por Charles Darwin.

SELECÇÃO ORIGINA ESPÉCIES

Nascido em 1809, em Inglaterra, Charles Darwin é o autor da teoria da selecção natural na formaçâo da espécies. Naturalista de serviço na expedição do navio ‘Beagle’ à volta do Mundo, foi nas ilhas Galápagos que percebeu as alterações de animais parecidos aos do Continente. A partir daqui formula a teoria de que a sobrevivência ou extinção de uma espécie é determinada pela capacidade de sobreviver em determinado ambiente. Posta em livro, ‘A Origem das Espécies’, a teoria provocou grandes polémicas, por colocar em causa preconceitos religiosos.

O próprio Darwin nunca se envolveu pessoalmente nas acesas discussões, resultantes da sua nova teoria.

SAIBA MAIS

24 horas. Se os 4,5 mil milhões de anos que se estima ter a Terra fossem reduzidos a um dia só, a Vida aparecia às 05h00, os primeiros moluscos às 20h00 e o Homem só pelas 23h55.

5 minutos de presença humana nesse dia incluiriam domínio do fogo, descoberta da roda, agricultura, pastorícia, invenção da escrita e pólvora e a actual realidade virtual.

CRIACIONISMO

Escolas norte--americanas baniram o ensino do evolucionismo substituindo-o pelo criacionismo bíblico adaptado, ou ‘Concepção Inteligente’.

EUROPA

À excepção de Grécia e Turquia, o evolucionismo é a teoria dominante nas escolas europeias. França adoptou uma lei, em Outubro passado, a proibir o criacionismo no sistema de ensino.
Rui Arala Chaves

 

Curiosidade dos Grandes gatos.

Curiosidades sobre Grandes Felinos

  • Os olhos dos felinos funcionam bem melhor que os nossos com pouca luz – eles conseguem agir com uma luz seis vezes mais fraca do que o olho humano consegue captar.
  • À medida que a luz diminui, os felinos utilizam seus bigodes para se orientar em seu ambiente.
Os olhos dos felinos funcionam bem melhor que os nossos com pouca luz.
  • Os felinos têm um elevado senso de equilíbrio, devido ao funcionamento de seu ouvido interno. Esse mecanismo lhes permite corrigir sua posição no ar para cair no chão primeiro com as patas.
  • Nem todos os felinos grandes rugem. Esse ruído ameaçador é feito somente pelos leões, tigres, leopardos e onças. Todos os outros felinos menores apenas rosnam, cospem, chiam e ronronam.
  • Todos os grandes felinos, com exceção dos guepardos, , possuem garras retráteis. O nome científico dos guepardos, ou chitas, é Acinonyx jubatus.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Animais hibridos.



exemplos de animais hibridos:

Zebralo: cruzamento do cavalo macho com a zebra fêmea

Ligre: cruzamento entre um leão e um tigre fêmea

Tigão: cruzamento entre leoa e um tigre

Leopon: cruzamento entre um leopardo e uma leoa

Pumapardo: cruzamento entre um(a) puma e um(a) leopardo

Ti-Liger, Ti-Tigon, Li-Tigon, Li-Liger

Ti-Liger, Ti-Tigon, Li-Tigon, Li-Liger


O topo da lista vai para os ti-ligers/ti-tigon/li-tigons/li-ligers porquê são híbridos entre os híbridos.

Eles são uma crusa nascida entre um tigre macho e uma liger/tigon fêmea ou um leão macho com uma tigon/liger fêmea.

Note que ligers fêmeas ou tigons fêmeas são férteis.

Eles são extremamente raros e são na maioria de estudos de um programa privado. No caso dos ti-ligers, eles têm listras incomuns onde eles “quebram” e mostram uma aparência manchada.

Desde que eles são 3/4 tigre, suas características inibem mais dessas de um tigre do que um leão.

Tigre de Bengala + Manchuriano


Mistura entre um tigre de bengala e um tigre manchuriano:

Leopon; leopardo + leoa

Um Leopon é o resultado da cruza de um leopardo macho e uma leoa fêmea. A cabeça do animal é similar à de um leão enquanto o resto do corpo carrega similaridades de leopardos. A mais bem sucedido programa de crusa ocorreu no Koshien Hanshin Park na Cidade de Nishinomiya, Japão. Leopons são maiores que leopardos e gostam de escalar e aproveitar a água.

Um leopon em um zoológico.

Zebróides

link; nerdiando.com


Um zorse é o resultado da cruza de um cavalo e uma zebra.

Um zonkey é o resultado da cruza de um asno com uma zebra.

O Zony é o resultado da cruza de um pônei com uma zebra.

Todos os três são chamados de zebróides - definídos como uma cruza entre uma zebra e qualquer outro eqüino. Zebróides são mais preferidos que as zebras para uso prático como cavalgada devido ao formato de seu corpo. Porém pode ser mais “inclinado” para ser temperamental e pode provar ser difícil de lidar.

Um Zorse


Um Zonkey


Um Zony

Maiores informações: http://www.greenapple.com/~jorp/amzanim/cross03a.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Zebroid

Mãe tigre, pai leão.

Mãe tigre, pai leão - SUPERINTERESSANTE: Tilão, animal, cujo o pai é leão e a mãe uma tigresa, completou recentemente 2 anos de vida, no Zoológico de Garda, na Itália.

O zoológico de Garda, na Itália, comemorou recentemente um aniversário muito especial - quem completava 2 anos era nada menos que Tilão (tigre +leão), assim chamado por ser filho de tigresa e de pai leão. O animal combina perfeitamente as características de seus pais: a cor do pêlo, por exemplo, é a do leão; as patas têm listras como os tigres.

Tilão também puxou à mãe na estatura, pois tigres são maiores do que leões. Segundo o biólogo Ladislau Deutsch, de São Paulo, cruzamentos desse gênero não são raros: "Existem mais de cinqüenta casos registra dos no mundo inteiro e os filhotes são sempre estéreis".

link: http://www.nerdiando.com/

O Ligre, também conhecido como Liger (lê-se Laiguer), é um híbrido entre um leão e uma tigresa. Daí vem o seu nome: ligre = leão + tigre, e liger = lion + tiger.

outros nomes: tilao, ligre, liger, tigron, Leopon, .

O seu aspecto é de um gigantesco leão com raias de tigre difusas. Ele é, atualmente, o maior felino do mundo, possui entre 3 e 4,5 metros de comprimento. Com apenas três anos pode vir a pesar meia tonelada, por meio de sua dieta de carne e frango.

Ligres têm a capacidade de nadar (característica dos tigres) e podem correr à 50 milhas por hora (aproximadamente 80km/h).
Acredita-se que o enorme tamanho que esses animais atingem ocorra pela ausência de genes que condicionem a produção de hormônios inibidores do crescimento. Isso porque nos leões essa é uma herança materna, e nos tigres é paterna, portanto os ligres não recebem esses genes.

O cruzamento entre leões e tigres só ocorre por ação do homem. Além de os hábitos de ambas as espécies serem muito diferentes, elas geralmente não compartilham os mesmos territórios, leões encontra-se na Africa e tigres na Asia, de maneira que há poucas possibilidades de se encontrarem para formar este estranho cruzamento.

Na atualidade esses animais só coexistem na natureza no bosque de Gir, na Índia. Antigamente porém, leões e tigres coexistiram na Mesopotâmia, Cáucaso, Pérsia, Afeganistão e grande parte do Subcontinente indiano.

Tigon:

Existe também o Tigon (Lê-se Tigón), que é o híbrido de uma leoa com um tigre. Em português, o nome seria, provavelmente, Tigreão (Tigre + Leão).



Criado intencionalmente
O ligre não existe na Natureza, é um animal criado pelo homem como resultado de cruzamentos intencionais entre leões e tigres. Estamos assim perante um híbrido, que, por esse motivo, é quase sempre estéril. Apesar de ainda não se saber muito sobre esta criatura, tudo indica que, dadas as suas características, se vai tornar o maior felino conhecido.

Neste cruzamento, ao que parece, o gene que determina o tamanho perde-se, crescendo então estes animais de forma inusitada, podendo atingir uma altura corporal de 1,30 m e um comprimento de 2,60 m e pesar mais de 400 kg!



Cruzamentos
Têm sido feitos cruzamentos de pai leão com mãe tigre, e também o inverso, pai tigre e mãe leoa. Ao que parece, os animais resultantes destes dois tipos de acasalamento têm características físicas bastante diferentes, principalmente no tamanho e na coloração do corpo. Podem nascer animais com a coloração típica dos tigres mas com juba de leão, ou um animal que dificilmente se identifica com o tigre ou com o leão, já que apresenta simultaneamente semelhanças com ambos.



terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Operadoras têm que desbloquear os aparelhos gratuitamente!

Agora, todas as operadoras têm que
desbloquear os aparelho dos seus
clientes.
Conheça e entenda o que diz o regulamento.
A partir de 13 de fevereiro, o novo regulamento de telefonia móvel
(Regulamento do SMP - Anatel) determina que todas as operadoras
desbloqueiem os aparelhos dos seus clientes, sem cobrar nada.
Art. 81. O Usuário deve ser informado sobre os aspectos relativos
às programações incluídas nas facilidades dos Planos de Serviço e
eventuais bloqueios na Estação Móvel ou na Central de Comutação
e Controle, antes de qualquer ato que indique adesão ao plano.
Isso quer dizer que agora você tem direito de receber informações
completas antes de assinar contrato com a operadora. Ou seja: você
precisa ser informado, antes da compra, sobre qualquer bloqueio de
aparelho.
§2º É vedada a cobrança de qualquer valor quando do desbloqueio
de Estação Móvel.
O parágrafo segundo do mesmo Artigo 81 não deixa dúvida: é proibido
cobrar para desbloquear aparelhos celulares. O direito de desbloquear
o seu aparelho agora é garantido pela regulamentação. E inteiramente
grátis.
Fonte: Regulamento do serviço móvel pessoal - SMP. Anexo a resolução 477 de 7 de agosto de 2007.
repace esta informação.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Cabeça Tubarão


Americanas.com: Livro - Cabeça Tubarão: "Certo dia, Eric Sanderson acorda sem vestígios de memória: não sabe quem é, onde está, nem como foi parar ali. Não encontra nenhuma foto ou documento com seu nome estampado. Como se não bastasse, começa a receber cartas de si mesmo. Guiado por elas, conhece uma psiquiatra, que o recebe no consultório com um diagnóstico tenebroso: amnésia dissociativa, uma forma rara da doença, que arrasta suas lembranças de volta à estaca zero toda vez que ele apresenta algum progresso.

Segundo a médica, Eric perdeu a namorada há três anos em um acidente na Grécia, e desde então começou a apresentar lacunas na memória.
A doença só piorou, e a cada recorrência ?
aquela seria a décima primeira ?
ele lembrava menos.

Porém aos poucos Sanderson descobre que suas memórias não foram perdidas, mas devoradas por um tubarão de idéias que continua em seu encalço. Enquanto foge desse monstro feito literalmente de palavras, vai juntando as pistas de sua identidade perdida, com a ajuda das cartas que enviou para si mesmo do passado.

Entre túneis de palavras, subterrâneos de papel, sociedades secretas de arqueologia, monstros conceituais e amores de carne e osso, Sanderson encontra outro poderoso inimigo de identidades, além de um cientista samurai afundado em papéis e inúmeras figuras pitorescas que se juntam a ele na caçada final.

Cabeça Tubarão é um verdadeiro jogo com o mundo conceitual e o real, e sua originalidade se estende aos truques tipográficos, às criaturas de palavras que saltam de suas páginas e à criptografia de textos. Por todo o livro, há códigos e mistérios a serem decifrados, numa prosa que combina o ritmo frenético de um blockbuster com o refinamento literário de um escritor jovem e promissor.
"

Título: Cabeça Tubarão
Título Original:
Subtítulo:
Autor:
Tradução:
Editora: Companhia das Letras
Assunto: Literatura Estrangeira-Romances
ISBN: 9788535911046
Idioma: Português
Tipo de Capa:
Edição: 1
Número de Páginas: 480

Americanas.com: Livro - História de Deus, Uma


Americanas.com: Livro - História de Deus, Uma: "O Deus das grandes religiões monoteístas - judaísmo, cristianismo e islamismo - foi, ao longo dos tempos, objeto das mais variadas representações. Mesmo no interior de cada uma dessas tradições, a idéia de Deus e a maneira de vivenciá-lo nunca foram unânimes. É a história complexa e emocionante dessa multiplicidade de abordagens de Deus que Karen Armstrong, uma autoridade em assuntos religiosos com impecáveis credenciais ecumênicas, apresenta com luminosa clareza neste Uma História de Deus. A compreensão das diferentes concepções de Deus no passado e sua relevância e utilidade é, segundo ela, uma maneira de se começar a buscar uma nova concepção de Deus para o século XXI. Um desenvolvimento inevitável, pois, como mostra este livro, não há como negar a arraigada necessidade humana de buscar transcender os limites de sua condição terrena."

Como falar dos livros que nao lemos?


O que é a leitura e para que serve? Neste ensaio lúdico e provocador, Pierre Bayard categoriza os livros: os que não lemos, os que folheamos, aqueles dos quais ouvimos falar e os esquecidos. Nem se fala dos poucos que lemos e dos quais nos lembramos.

O primeiro passo para o desenvolvimento saudável de um leitor, segundo ele, é descartar a vergonha. Na verdade, todos os tipos de leitura e de não-leitura servem para nos ajudar a entender o mundo, a nos relacionarmos com fragmentos de informação. Como Bayard explica, "a não-leitura não é a ausência de leitura. Ela é uma ação verdadeira, que consiste em se organizar em relação à imensidão de livros, a fim de não se deixar submergir por eles. Por isso, ela merece ser defendida e até ensinada". Aqui, os exemplos de leitura são ecléticos: o grande ensaísta francês Michel de Montaigne fazia anotações na última página dos livros, do contrário esquecia por completo o conteúdo. No filme "O Feitiço do Tempo", o personagem de Bill Murray aproveita a bizarra reciclagem de um mesmo dia para realizar o sonho máximo do leitor: achar a alma gêmea bibliográfica. Uma tribo africana questiona o texto de Hamlet de Shakespeare por não acreditar em fantasmas, e este é um exemplo de que às vezes a estranheza rende um entendimento mais rico. O livro, Bayard nos lembra, não é ferramenta para angariar cultura ou impressionar os outros, e sim uma forma de encontrar a si mesmo: "O paradoxo da leitura é que o caminho em direção a si mesmo passa pelo livro, mas deve continuar sendo uma passagem. É uma travessia de livros que o bom leitor realiza, sabendo que cada um deles é portador de uma parte dele mesmo e pode lhe abrir um caminho, se tiver a sabedoria de não parar ali."

Título: Como Falar dos Livros que Não Lemos
Título Original:
Subtítulo:
Autor:
Tradução:
Editora: Objetiva
Assunto: Lingüística
ISBN: 9788573028737
Idioma: Português
Tipo de Capa: BROCHURA
Edição: 1
Número de Páginas: 208

A douçura do mundo.


Após perder seu marido, Tehmina Sethna está emocionalmente fragilizada. Por isso, ela decide aceitar o convite de seu filho, Sorab, para passar um tempo com ele em Ohio, nos Estados Unidos. Lá, Sorab, um homem de 38 anos que fugira da Índia para mudar de vida, se casou com Susan. Os dois tiveram um filho, Cavas, e vivem uma vida perfeita ao estilo americano. O que parecia ser um recomeço, porém, deixa Tehmina numa situação delicada. Sem conseguir se adaptar à cultura ocidental, Tehmina sofre com a rejeição de sua nora e se sente sozinha no mundo, mesmo quando Sorab a convida para morar com ele. Ela tem que escolher entre a nova vida e o retorno à cidade de Bombaim, que cada vez mais lhe desperta saudades. É aí que Tehmina, ao ajudar dois meninos que moram na casa ao lado e são maltratados e negligenciados pela mãe, rompe, sem querer, as barreiras entre as duas culturas.

Alternando as visões de Tehmina e de Sorab, A doçura do mundo é um romance rico, que celebra a família e a vida em comunidade. Neste novo livro, Thrity Umrigar prova mais uma vez por que é considerada uma das escritoras mais sensíveis da atualidade.

Título: Doçura do Mundo, A
Título Original:
Subtítulo:
Autor:
Tradução:
Editora: Nova Fronteira
Assunto: Literatura Estrangeira-Romances
ISBN: 9788520920527
Idioma: Português
Tipo de Capa: BROCHURA
Edição: 1
Número de Páginas: 304

Meu nome é Salma


Salma engravidou na adolescência, foi ameaçada de morte e lhe tiraram a filha. Nem um novo começo, ao lado do marido, conseguiu calar os gritos que ecoavam em sua mente. Ela partiu para buscar seu bebê, seu passado. E isso pode mudar tudo. Ou nada. Um retrato dilacerante da coragem de uma mulher muçulmana diante de circunstâncias insuperáveis.

Título: Meu Nome é Salma
Título Original:
Subtítulo:
Autor:
Tradução:
Editora: Agir
Assunto: Literatura Estrangeira-Romances
ISBN: 9788522009145
Idioma: Português
Tipo de Capa: BROCHURA
Edição: 1
Número de Páginas: 320

A montanha e o rio


A montanha e o rio narra a saga de dois irmãos que trilham caminhos distintos, mas cujas vidas se encontram quando se mesclam inevitavelmente aos acontecimentos que marcam a história política e social da China no final do século XX.

Numa trama repleta de conspiração, mistério e paixão, Tan e Shento se tornam inimigos ferozes tanto no campo político quanto no pessoal, pois, por um capricho do destino, se apaixonam pela mesma mulher, o que contribui para acirrar ainda mais o ódio que sentem um pelo outro.

Com esta história envolvente, que levou oito anos para ser concluída, Da Chen, conhecido por suas obras memorialísticas, faz sua primeira incursão pela área da ficção.

A marca de Da Chen está por certo presente nesta narrativa que possui também traços do romance histórico e é perpassada pelas milenares tradições do Oriente e suas relações com o mundo ocidental.

Americanas.com: Livro - Água Para Elefantes


Americanas.com: Livro - Água Para Elefantes: "'Água para elefantes se transformou num fenômeno do boca-a-boca.'

Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.

Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento ? o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.

Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.

Água para elefantes é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última p"

Americanas.com: Livro - 1001 Livros Para Ler Antes de Morrer


Americanas.com: Livro - 1001 Livros Para Ler Antes de Morrer: "Em 1001 Livros Para Ler Antes De Morrer existe mais de 600 imagens e inúmeras citações, ideal para amantes de literatura, é um guia cronológico de romances."

BLOG DOS QUADRINHOS - UOL Blog


BLOG DOS QUADRINHOS - UOL Blog: "Abobrinhas da Brasilônia: bons desenhos de humor, pouco contexto

É tênue a linha que separa a charge, o cartum e a história em quadrinhos tradicional.

A distinção entre os gêneros fica ainda mais nublada em 'Abobrinhas da Brasilônia', de Glauco, lançada este mês (L&PM, 110 págs., R$ 9).

A obra de bolso traz ora charges, ora cartuns, ora quadrinhos, ora mais de um dos gêneros no mesmo texto humorístico.

Os temas -ou abobrinhas- são dos mais variados, de política ao universo adolescente.

Distinguir um gênero do outro é necessário para o compreendimento do livro? Não.

Mas ajudaria a explicar alguns dos desenhos presentes na obra.

O material é bom. Glauco é melhor cartunista do que tirista (é autor de 'Geraldão'). A edição da L&PM, no entanto, merecia ajustes. Um caso.

Na página 35, um telespectador liga a tevê para ver o que tem de bom na programação. Da tela, saem três homens gritando 'é meu!'.

Ao leitor desavisado, trata-se de um cartum. Seria um desenho humorístico sem vínculo com alguma notícia do momento (o vínculo é característica da charge).

Já o leitor mais atento vai reconhecer rostos caricatos"

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Sobre santos e demônios - Folha de S.Paulo


Folha de S.Paulo - Sobre santos e demônios - 10/02/2008:

"Sobre santos e demônios


O PROFESSOR DE HARVARD INVESTIGA POR QUE AS REPUTAÇÕES MORAIS DE PERSONALIDADES COMO MADRE TERESA DE CALCUTÁ E BILL GATES ESTÃO TÃO EM DESACORDO COM O BEM QUE PRATICARAM

STEVEN PINKER

Qual das seguintes pessoas é a mais admirável?
Madre Teresa, Bill Gates ou Norman Borlaug?
E qual é a menos admirável?
Para a maioria das pessoas é uma pergunta fácil.

Madre Teresa, famosa por socorrer os pobres em Calcutá, foi beatificada pelo Vaticano, recebeu o Prêmio Nobel da Paz e se classificou em uma pesquisa americana como a pessoa mais admirada do século 20.

Bill Gates, infame por nos dar o clipe de papel dançante da Microsoft e a tela azul da morte, foi decapitado simbolicamente em websites 'Eu Odeio Gates' e atingido com uma torta no rosto.

Quanto a Norman Borlaug... quem é ele?

Mas um exame mais profundo poderá levá-lo a reavaliar suas respostas. Borlaug, pai da 'Revolução Verde', que usou a ciência agrícola para reduzir a fome mundial, recebeu o crédito por salvar 1 bilhão de vidas, mais que qualquer outra pessoa na história.

Gates, ao decidir o que fazer com sua fortun" [click no titulo e leia na integra.]

Bravo! Online - A revanche de Britney Spears



Bravo! Online - A revanche de Britney Spears:
Britney Spears em nova fase.
Um momento de lucidez na loucura da artista
fez com que produzisse seu melhor CD

A revanche de Britney Spears

Clínicas de desintoxicação, perda da guarda dos filhos, cabeça raspada em público. Sintomas de decadência? ¿Blackout¿, o melhor álbum já gravado pela cantora americana, mostra que sua história não terá um fim tão previsível

* por Marcelo Rezende

Ser uma estrela mundial pode ser a mais estressante das ocupações. Nos últimos 12 meses, Britney Spears conseguiu se envolver em uma série de fatos que parecem inventados para uma publicação sobre celebridades em queda livre. Ela passou por três programas de desintoxicação no espaço de cinco semanas; raspou a cabeça em público; teve o sexo fotografado e visto por milhões na internet; perdeu a guarda dos filhos; foi atacada por [click no titulo para ler na integra.]

Bravo! Online - O Pensador da Globalização

Bravo! Online - O Pensador da Globalização:
Gilberto Freyre em 1987.
No elogio à mestiçagem,
escritor criou um libelo pela tolerância

O Pensador da Globalização

Biografia e exposição em São Paulo mostram que a obra de Gilberto Freyre, desqualificada durante o regime militar, chega ao século 21 mais atual do que nunca

* por Adriana Veríssimo



"Colocando-se Casa-Grande & Senzala contra o pano de fundo da época em que foi escrito, o que emerge é um libelo antiracista.

Naquele tempo, estava em voga o conceito de eugenia, segundo o qual a miscigenação enfraquecia as populações, e os povos de raças não misturadas estavam fadados a ser mais saudáveis.

Essa idéia estava por trás do nazi-fascismo de Hitler, com sua apologia da raça ariana.
O livro de Freyre investe de maneira dura contra este pensamento, escudado pelas idéias de Boas.
Casa-Grande & Senzala é um elogio da mestiçagem e do intercâmbio entre as culturas,
mostrando que é a soma, e não a exclusão, que leva ao conhecimento."

Bravo! Online - Síndrome de Graciliano Ramos

Bravo! Online - Síndrome de Graciliano Ramos: "*


Síndrome de Graciliano Ramos

''Longe de Ramiro'', romance de estréia de Chico Mattoso, é um livro interessante com um personagem desinteressante - algo recorrente na literatura brasileira

* por André Nigri

''Morrer É Fácil''-Bravo! Online

O oncologista Drauzio Varella. ‘’Pensei que nunca abandonaria a ânsia de viver, que brigaria sem tréguas se caísse doente’’

''Morrer É Fácil''

No livro ''O Médico Doente'', o oncologista Drauzio Varella relembra as três semanas em que quase sucumbiu à febre amarela e conclui: a idéia da morte angustia e apavora mais do que a iminência dela

* por Armando Antenore

O mesmo Brasil que hoje se alarma com a febre amarela registrou, em 2004, apenas cinco casos da doença. Três dos infectados morreram. Entre os que sobreviveram, está Drauzio Varella. Uma desconcertante ironia explica a contaminação do oncologista, famoso tanto pelas qualidades de clínico como pelas séries sobre educação e saúde que apresenta no programa Fantástico, da Rede Globo. Ele costuma viajar para a região do rio Negro, em plena Amazônia, onde coordena pesquisas com plantas medicinais. [click no titulo do texto para ler na integra.]

domingo, 3 de fevereiro de 2008

Eu li... O Dom de Profecia de Wayne Grudem


 

Enviado por ::Lon:: 0-0¬ go.ICQ.com a través de Google Reader:

 
 

vía Despertai, Bereanos! de Vitor Pereira el 2/02/08


Wayne Grudem é um dos maiores teólogos norte-americanos. Tendo estudado em Harvard e Cambridge, Grudem é autoridade a ser ouvida quando o assunto é teologia. Nesse livro o autor fala sobre um dom pouco compreendido e bastante controverso nos dias de hoje – o dom de profecia. De um lado os cessacionistas que o ignoram, de outro os pentecostais que o abusam. Grudem faz uma análise profundamente bíblica da natureza e função do dom de profecia, ele prova biblicamente que a profecia é para hoje.

Uma lição importante que o livro nos traz é sobre a diferença entre a profecia do Antigo e do Novo Testamento. Enquanto no Antigo Testamento os profetas tinham autoridade divina absoluta, no Novo Testamento quem foi responsável por essa função foram os apóstolos, estes sim aptos a transmitir as palavras de Deus e incluir livros no cânon, desobedecer a um apóstolo do Novo Testamento e desobedecer a um profeta do Antigo é o mesmo que desobedecer a Deus. Grudem diz:

"No primeiro momento, poderíamos imaginar que os profetas do NT seriam como os do AT. Mas quando olhamos para o NT não parece ser esse o caso. Há pouca ou nenhuma evidência da presença de um grupo de profetas capazes de proclamar as palavras de Deus (com "autoridade divina absoluta", que não pudesse ser questionada) ou com autoridade para escrever livros a serem incluídos no NT. No entanto, há um grupo bastante proeminentes no NT que realmente falava com autoridade divina absoluta e que escreveu a maioria dos livros do NT. Esses homens, porém, não eram chamados "profetas", mas "apóstolos". Eles se parecem, em muitos aspectos, com os profetas do AT."

Portanto, apesar de ser um dom baseado em revelação do Espírito Santo, o profeta neotestamentário está sujeito a falhas, assim como o mestre ou o pastor, pelo fato de que a revelação do Espírito Santo é transmitida com as palavras do próprio profeta, que pode interpretar a revelação de maneira equivocada. Para justificar esse ponto, Grudem cita o exemplo do profeta Ágabo em Atos 21.10-11.

"Ágabo profetizou que os judeus de Jerusalém 'amarrariam' Paulo e o 'entregariam', - predição que não estava totalmente errada, mas continha elementos equivocados. Os romanos prenderam Paulo (v.33), e os judeus, em vez de entregá-lo voluntariamente, tentaram matá-lo, de movo que ele precisou ser resgatado à força (v.32). A predição não estava totalmente errada, mas um tipo de imprecisão nos detalhes como esse teria levado ao questionamento da validade de qualquer profecia do AT." diz Grudem.


O livro é também uma marretada na cabeça do cessacionismo, Grudem aniquila qualquer possibilidade de os dons espirituais terem cessado. Depois de comentar sobre 1 Corintios 13.8-12, ele termina sua refutação a algumas objeções cessacionistas que tem como base o versículo de 1 Corintios citando D. Martyn Lloyd-Jones:

"Isso quer dizer que eu e você, que temos as Escrituras abertas diante de nós, sabemos mais que o apóstolo Paulo sobre as verdades de Deus [...] Isso significa que todos nós somos superiores [...] até mesmo aos apóstolos, incluindo Paulo! Significa que agora estamos em uma posição na qual [...] conhecemos, da mesma forma como somos conhecidos por Deus [...] Na verdade, existe apenas uma palavra para descrever tal visão: absurdo."

Definitivamente é um livro essencial para os estudantes de teologia, será difícil um autor fazer uma abordagem ao dom de profecia mais profunda do que fez Wayne Grudem nesse excelente livro. O que John Stott fez com "A Cruz de Cristo", Grudem faz com "O Dom de Profecia", duas obras-primas completas e inigualáveis. Recomendo enfaticamente a todo cristão, tanto pentecostal quanto tradicional.

Apologética

 
 

sábado, 2 de fevereiro de 2008

2008 ano da BIBLIA.


Uma campanha da Sociedade Bibliaca do Brasil (SBB),

Ao completar 60 anos servindo as igrejas e o povo brasileiro, a Sociedade Bíblica do Brasil convida a liderança das igrejas e o povo cristão em geral a marcar o ano de 2008 como o "Ano da Bíblia". Mas "marcar" de que maneira? A melhor maneira de fazê-lo é promover e incentivar que todos leiam a Bíblia Sagrada pessoalmente, em família, nas igrejas e em eventos públicos, como testemunho e reafirmação de seu valor e importância para as suas vidas e como promotora da paz, da harmonia e do amor entre as pessoas, com reflexos decisivos para o bem-estar do país.

Rudi Zimmer
Diretor Executivo
Sociedade Bíblica do Brasil

Por que celebrar o Ano da Bíblia?
A Bíblia é um livro do qual praticamente todas as pessoas já ouviram falar. É o mais estudado da história da humanidade e, certamente, o mais analisado por especialistas. Costuma-se dizer que é o livro mais traduzido, distribuído e lido de todos os tempos.

O livro mais traduzido
Calcula-se que, no mundo, sejam faladas entre 6.500 e 7.000 línguas. E a Bíblia é o único livro que já foi traduzido no todo ou em parte para 2.426 dessas línguas. Embora já tenha sido traduzida para idiomas falados por grande parte da população, existem mais de quatro mil línguas para as quais o Livro Sagrado ainda não foi traduzido.

O livro mais distribuído
Outro aspecto impressionante na questão da Bíblia é examinar o seu alcance. Distribuída por dezenas de organizações, tem nas Sociedades Bíblicas sua maior rede de distribuição do mundo. Filiadas a uma fraternidade chamada Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), elas somam 145 unidades com atuação em mais de 200 países. No ano de 2006, só as SBU foram responsáveis pela circulação de mais de 25,7 milhões de exemplares da Bíblia, dos quais 5,6 milhões distribuídos no Brasil pela SBB. A Bíblia é, portanto, o livro mais distribuído sobre a face da terra.

O livro mais lido
Seria a Bíblia o livro mais lido? Não resta dúvida que sim. Ela é lida publicamente em todas as cerimônias cristãs. É lida em campos de refugiados de guerra, em prisões, em hospitais, em escolas, em lares, em escritórios, em fábricas, individualmente ou em grupo.

Um livro desconhecido?
Não resta dúvida de que a Bíblia é o livro mais traduzido, mais distribuído e mais lido. Então, o que falta? Há um aspecto sobre a Bíblia que pode e precisa ser melhorado. Falta mais conhecimento quanto ao seu conteúdo. A Bíblia é um dos maiores tesouros da humanidade. Ela traz valores que são a base da convivência humana. Todo esse conhecimento bíblico, no entanto, precisa ser mais difundido. A vida das pessoas e da sociedade poderia ser melhor, se as pessoas conhecessem e praticassem mais os princípios bíblicos.

O Ano da Bíblia
Justamente para promover cada vez mais o conhecimento da Bíblia no Brasil, a SBB está liderando um grande movimento que colocará o Livro Sagrado em evidência, durante todo ano de 2008. Para isso, foi formado um Comitê Nacional de referência e apoio ao Ano da Bíblia, com a participação de líderes de várias regiões do país. Além disso, igrejas e organizações cristãs estão convidadas a apoiarem este movimento, realizando programações especiais que chamem a atenção sobre os diversos aspectos da Bíblia. E para que essa iniciativa seja bem-sucedida, a SBB espera também contar com seu apoio e participação.

Objetivos

  • Sensibilizar a sociedade brasileira a ler a Bíblia e descobrir seu valor para a vida;
  • Destacar seu aspecto cultural e histórico;
  • Divulgar a vocação inequívoca da Bíblia Sagrada de ser e se manter como o maior best-seller de todos os tempos;
  • Agradecer a Deus pela Bíblia transmitir os ensinamentos sagrados de geração a geração.

A verdade da vida






A verdade da vida


1 - "Deus não escolhe
pessoas capacitadas, Ele capacita os
escolhidos."


2 - "Um com Deus é
maioria."


3 - "Devemos orar
sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que
possamos ouvir a Deus."


4- "Nada está fora
do alcance da oração, exceto o que está fora
da vontade de Deus."


5- "O mais importante
não é encontrar a pessoa certa, e sim ser
a pessoa certa."


6 - "Moisés gastou:
40 anos pensando que era alguém;
40 anos aprendendo que não era ninguém e
40 anos descobrindo o que Deus pode fazer com um NINGUÉM."


7 - "A fé ri das impossibilidades."


8 - "Não confunda
a vontade de DEUS, com a permissão de DEUS.


9 - "Não diga a DEUS
que você tem um grande problema. Mas diga
ao problema que você tem um grande DEUS."



DECLARAÇÃO:


Sim, eu amo Deus. Ele
é a fonte de minha existência, é meu Salvador.
Ele me sustenta a cada dia.
Sem Ele eu não sou
nada, mas com Ele eu posso todas as
coisas através de
Jesus Cristo, que me fortalece.
(Filipenses 4:13)


E SAIBA QUE JESUS TE AMA !!!!!!!!

--
___
ERLON EDUARDO
http://erlones.blogspot.com
IM messenger: erlones@gmail.com
cel: +55 73 8129 3745 ( SMS gratis Claro )
___