quinta-feira, 21 de março de 2013

como evitar um ataque cardíaco.


Um cardiologista disse que, se cada pessoa que ler este post e compartilhar com seus amigos, pode ter a certeza de que se salvará pelo menos uma vida !

1. Não cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são prioritárias.

2. Não trabalhe aos sábados o dia inteiro e, de maneira nenhuma, trabalhe aos domingos.

3. Não permaneça no escritório à noite e não leve trabalho para casa e/ou trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer "sim"a tudo que lhe solicitarem, aprenda a dizer "não".

5. Não procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e nem aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Se dê ao luxo de um café da manhã ou de uma refeição tranquila. Não aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.

7. Pratique esportes. Faça ginástica, natação, caminhe, pesque, jogue bola ou tênis.

8. Tire férias sempre que puder, você precisa disso. Lembre-se que você não é de ferro.

9. Não centralize todo o trabalho em você, não é preciso controlar e examinar tudo para ver se está dando certo... Aprenda a delegar.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, não tome logo remédios, estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Procure um médico.

11. Não tome calmantes e sedativos de todos os tipos para dormir. Apesar deles agirem rápido e serem baratos, o uso contínuo fazem mal à saúde.

12. E por último, o mais importante: permita-se a ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto não é só para crédulos e tolos sensíveis; faz bem à vida e à saúde.

IMPORTANTE:

OS ATAQUES DE CORAÇÃO

Uma nota importante sobre os ataques cardíacos.

Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo.

Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes.

Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco.

60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam não se levantaram.

Mas a dor no peito pode acordá-lo de um sono profundo.

Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (192, 193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas.

Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse, pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro..

NÃO SE DEITE !!!!

Quem se faz presente na vida deixa muita saudade e perfume por onde passa.

Há algo mais forte que os laços de sangue: são os laços do coração.

Viver é afinar um instrumento!!!... "Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranqüilo..."


Dr. Enio Buffolo - Cardiologista

Contribua para a liberdade de cristãos presos injustamente




Campanha
Pr. Markset e famíliaMakset Djabbarbergenov, pastor do Uzbequistão, pôde abraçar sua família novamente através da ajuda da Portas Abertas. Ele foi preso por pregar a Palavra de Deus. Sua libertação é um marco de vitória na luta contra a perseguição religiosa em todo o mundo.

Projetos de ações institucionais da Portas Abertas auxiliam cristãos como Djabbarbergenov em diversos países. Apoie projetos em prol da liberdade de nossos irmãos! Para doar, use o boleto que acompanha a revista ou acesse o site.

Participe desta campanha você também,
clicando aqui!

Deus abençoe sua vida!
Portas Abertas
Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails.
Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link



--
--
testemunhe as nações pelo poder do Espírito até os confins da terra.

Servir a Igreja Perseguida: um privilégio!

wife

Sou brasileiro, descendente de alemães, desde cedo meus pais me levaram à Igreja Batista alemã, onde encontrei Jesus. Este encontro deu à minha vida um novo rumo, pois passei a amá-lo e serví-lo de todo coração. Preciosos homens de Deus passaram pela minha vida, deixando marcas profundas e um sério compromisso com Deus e sua obra, principalmente relacionada a missões.
Sou casado com Irma, e já comemoramos nossas Bodas de Ouro com quatro filhos, nove netos e três bisnetos. Com o apoio de minha amada esposa e família, pude me envolver e me dedicar ao ministério; nosso desejo sempre foi o de socorrer e ajudar aos necessitados e levar o Evangelho àqueles que não conheciam a Jesus. E temos desses anos todos, muita história para contar...

Ávido leitor da "revistinha" (como eu chamava carinhosamente a Revista Portas Abertas), não me foi difícil aceitar o convite de Portas Abertas para integrar um grupo de sete irmãos para conhecer, servir e desafiar a Igreja em Moçambique, já passando por forte perseguição. Depois da aula teórica fomos separados para conhecer e servir às Igrejas e o seminário de Ricatla. Fiz uma escala em Beira, onde morava Valnice Milhomens Coelho e mais ao norte, Celso Prado. Aprendi muito e fui enriquecido de maneira especial, nesta viagem.

Pouco depois disso, um telefonema de Johan Companjen - fundador do ministério Portas Abertas, junto com o Irmão André - mudou e deu novo rumo à minha (nossa) vida: ‘precisamos que você vá para São Paulo e assuma interinamente* a direção da Portas Abertas’. Além de ser uma grande responsabilidade, isto também significava fazer uma ponte aérea Porto Alegre/SP todas as semanas, até que se estabelecesse um novo Secretário Geral, mas aceitamos o desafio!
Lembro-me, com carinho e saudades de alguns momentos marcantes neste período; um deles foi a visita do pastor Gerhard Hamm. Russo/germânico vindo da Sibéria, ele fora convidado para vir ao Brasil e eu deveria recebê-lo em São Paulo, para iniciar um "tour" de Belo Horizonte a Porto Alegre, a fim de traduzir suas mensagens do Alemão para o Português.

Ele pregava e cantava com sua voz de barítono e frequentemente eu tinha que interromper a tradução. Então ele formulava a frase de outra forma, mas eu lhe dizia, ainda com a voz embargada: Eu entendi pastor, mas preciso de uma pausa pra chorar... Assim foi por 21 dias, noite após noite, e muitas vezes durante o dia em seminários e escolas.
No ano seguinte Gerhard Hamm voltou ao Brasil para mais uma série marcante e inesquecível, e que foi para mim como um mestrado e doutorado em Missões e Igreja Perseguida, pois ele sabia TUDO sobre prisões (pois conhecera muitas por toda a União Soviética, onde estivera preso).

Outro episódio marcante se deu com o acidente de nosso filho mais novo, o querido Claus (Kiko), que sobrevivera a um afogamento com sérias sequelas, ficando em coma por semanas... período em que a dor e a presença de Deus foram tremendas. Nesses dias, o bálsamo de Deus veio na forma de uma visita encorajadora do Irmão André à nossa casa e escritório (ver foto). Foi a mão no ombro que Irma e eu precisávamos, e isto nos deixou mais fortes e preparados, pois experimentamos a suficiência de Deus em nossas vidas.
Em certa ocasião, foi uma viagem a Cuba: o sabor de prisão domiciliar no Hotel de Havana e ainda em outra ocasião a prisão e deportação junto com Pr. Bandeira, meu parceiro inesquecível, para Cancún (no México), e dali para Miami, onde nos esperava a equipe da Portas Abertas.

Fomos salvos, libertados e muito abençoados. O que me vem à mente e que dedicamos à querida equipe de Portas Abertas, bem como ao querido Marco Aurélio Cruz, é: fomos longe e alcançamos a muitos, "e ainda há muita terra para ser conquistada" Josué 13.1b (NVI) -- Siegfried e Irma*.

Existem muitas pessoas que estão sentadas nos bancos das igrejas perguntando a si mesmas se foram chamadas para servir ou não. Que o testemunho de nossos irmãos possa desafiar o nosso coração, pois TODOS nós fomos chamados para servir! TODOS nós devemos nos envolver neste serviço! E isto é um grande privilégio!
* Siegfried Rudy Zilz foi Secretário Geral durante um ano, em 1986.
*O relato acima foi escrito por ele e por sua esposa Irma "a quatro mãos e um só coração"
.

Comemorando os 35 anos de Portas Abertas Brasil, temos muitas histórias para contar, e você parceiro pode enviar a sua história de envolvimento conosco e até fotos, através do falecom@portasabertas.org.br #BRASIL

sexta-feira, 15 de março de 2013

Bíblia adulterada -Testemunhas de Jeová

SEJA LUZ, encontrei no youtube um vídeo que mostra as Testemunhas de Jeová modificando a Bíblia Sagrada!!!  assista e comente.  As Testemunhas de Jeová sempre afirmam que as suas biblias nunca foram adulteradas e nem menos foi acrescentado nada para sustentar as crenças e doutrinas das TJ. Mas, após este video, voce poderá tirar suas conclusões com provas irrefutáveis.Mais informações: http://indicetj.com fonte: www.youtube.com #BRASIL

terça-feira, 12 de março de 2013

O Domingo da Igreja Perseguida está chegando


Domingo da Igreja perseguida
    
 Domingo da Igreja Perseguida: 26 de maio de 2013

Os cristãos perseguidos contarão mais uma vez com o envolvimento da Igreja brasileira. Há 25 anos, a Portas Abertas patrocina o Domingo da Igreja Perseguida, mais conhecido como DIP. O evento reúne milhares de igrejas em todo o Brasil e até em outros países, em um único dia, para lembrar a realidade de cristãos que enfrentam a hostilidade e a opressão por conta de sua fé.

O objetivo do DIP é fazer com que a Igreja no Brasil conheça, se interesse e divulgue a causa da perseguição religiosa. Os departamentos infantis, de teatro, de jovens e de louvor das igrejas preparam diversas atividades para mobilizar os membros de suas comunidades. Algumas igrejas separam o dia todo, repleto de ações e outras parte do culto, mas o importante é que cada vez mais os cristãos brasileiros estão tendo ciência das dificuldades que seus irmãos vivenciam diariamente e estão se envolvendo em oração. Em 2012, mais de 5.500 igrejas no Brasil participaram do DIP, levantando um clamor para que a Igreja Perseguida permaneça firme.

Para que o DIP aconteça, a Portas Abertas conta com organizadores voluntários. É necessário realizar o cadastramento no site www.domingodaigrejaperseguida.org.br para ter acesso aos materiais que a organização disponibiliza para download. São ideias de peças de teatro, pregações, atividades infantis, campanhas de oração, testemunhos, campanhas de doação e arquivos de imagens e vídeos que relatam a vida de milhares de cristãos ao redor do mundo. Há muitas opções de atividades no site para que o DIP seja o mais eficiente possível na tarefa de conscientizar a Igreja brasileira. Ele é completo e traz muitas informações sobre o que é o evento, como participar, como doar, além de permitir interação por meio de comentários

Além dos materiais disponíveis para donwload, quem se cadastrar (a quem chamamos de "organizador"), receberá em sua residência um kit com um passo-a-passo, cartazes, teasers e crachá.


Mobilização

O DIP não é considerado apenas mais um evento para as igrejas. Ele tem a importante função de mobilizar e fazer com que as pessoas se envolvam orando, doando e até mesmo indo visitar os cristãos perseguidos. A Igreja no Brasil está despertando para essa realidade, mas ainda há muito o que fazer.

Muitos cristãos brasileiros sequer ouviram falar sobre perseguição e quando passam a ter conhecimento, acreditam que é coisa da Igreja Primitiva. A mídia, entretanto, mostra cada vez mais situações que relatam guerras e opressão religiosa. Um exemplo atual é o que está acontecendo no Mali, país africano estreando na sétima posição da Classificação de países por perseguição, lista elaborada anualmente pela Portas Abertas Internacional que analisa os 50 países mais opressores ao cristianismo. O Mali nunca esteve nas classificações anteriores, mas devido a um golpe militar de Estado em março de 2012, o país está vivendo momentos de tensões e mudanças políticas, refletindo diretamente na perseguição à Igreja. O norte foi dominado por milícias islâmicas e, portanto, todas as igrejas dessa região foram destruídas e milhares de cristãos tiveram que fugir para o sul ou para países vizinhos.

"Eu entreguei minha vida a Cristo há dois anos, mas todos os membros de minha família são muçulmanos. É por isso que minha esposa e filha me desprezam", disse Mohamed Habi, um refugiado do Mali.

A Portas Abertas, juntamente com a Igreja brasileira, pode fazer muito pelos cristãos perseguidos e o DIP é uma oportunidade para que os organizadores levem para suas comunidades a realidade de pessoas como Mohamed.


Tema: Mulheres

O DIP 2013 terá foco especial nas mulheres da Igreja Perseguida. Dependendo do país de origem, a mulher já é desprezada pela sociedade. Sendo cristã, esse desprezo aumenta e elas são consideradas "nada" para seus familiares e vizinhos.

Muitas dessas cristãs tiveram seus maridos presos e até mortos. Muitas ficam com a responsabilidade de continuar o trabalho da igreja na ausência dos maridos. Mas, além de todo sofrimento, elas continuam tendo suas tarefas como mães e precisam prover as necessidades dos filhos.

Ser mulher e aceitar Cristo como Senhor e Salvador pode trazer muitas consequências para essas cristãs, mas o DIP existe para que os cristãos brasileiros ajam em favor delas em oração.


Ajude-nos a divulgar!

Para que mais pessoas conheçam o que acontece ao redor do mundo com os cristãos que decidem ficar firmes em sua fé, precisamos de ajuda! Caso você esteja disposto a divulgar esse evento em suas mídias, prepararemos banners, materiais, artigos e o que for necessário para apoiá-lo nessa divulgação. Estou a disposição para atendê-lo e tirar suas dúvidas. Basta enviar um email para imprensa@portasabertas.org.br e retornaremos.

Juntos, vamos ajudar nossos irmãos que têm seu direito à liberdade religiosa negado. Envolva-se nesta causa!

 
Ana Luíza Vastag
Jornalista
Portas Abertas Brasil
 
Portas Abertas Brasil
Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails.
Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link



t
​ag: "perseguição cristã"​

domingo, 10 de março de 2013

Denucia! Pr. Marco Feliciano DIVULGUE!



fonte: http://youtu.be/PH8_IhWoBDM
Em novo vídeo Marco Feliciano apresenta intolerância religiosa em seminário comandado por Jean Wyllys
O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) esta divulgando um vídeo em que denuncia o comportamento do ativista gay, deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) em um seminário que teria o objetivo de combater a homofobia. No vídeo o parlamentar recebe um minuto para falar e é interrompido por vaias e gritos de integrantes do Movimento LGBT.

No vídeo Feliciano acusa o ativista Jean Wyllys de promover intolerância religiosa. Além disso, um suposto pastor convidado pelo ativista gay a discursar durante o seminário chama a Bíblia de mentirosa e critica o povo cristão por acreditar nela.

Jean Wyllys havia publicado um artigo em seu site afirmando que Marco Feliciano era "pastor e deputado do ódio e da mentira" e que o discurso dele era "fundamentalista e fascista". Wyllys publicou o artigo após repercussão de uma parte da mensagem ministrada pelo pastor no Congresso Internacional de Missões, Gideões.

Na tréplica Feliciano prometeu que denunciaria as atividades intolerantes do Movimento LGBT na Câmara, comandado pelo ativista Jean Wyllys.

"O senhor Jean Wyllys demonstra ser um parlapatão, pois fica deblaterando sobre um assunto que ele desconhece, acusando a multidão que me ouviu de incultos e incautos, e a mim de um mentiroso homofóbico desprovido de intelectualidade, simplesmente por ter lembrado a eles e aborrecido a este sobre o assunto da perversão sexual, da imoralidade e da doutrinação imposta pela comunidade GLBT à nossa geração", escreveu o pastor.
#BRASIL

sexta-feira, 8 de março de 2013

Fwd: Nossa homenagem a você, mulher!


Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails.



--
#DICA : Ao Encaminhar mensagens, 
apaguem o endereço de e-mail do corpo de mensagem. 
Utilizem sempre o Cco: ao invés de Para:. 
Vamos garantir a nossa privacidade e a de nossos amigos.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Fwd: FW: O QUE ACONTECE NO CÉU QUANDO ORAMOS?




O QUE ACONTECE NO CÉU QUANDO ORAMOS?

Este é um dos melhores e-mails que eu já recebi e é bem verdade!

Sonhei que fui pro céu e um anjo estava me mostrando o lugar. Caminhávamos lado a lado por um escritório cheio de anjos. Meu anjo-da-guarda parou em frente à primeira seção e me disse: "Essa é a seção dos Recebimentos. Aqui, todos os desejos pedidos a Deus em oração são recebidos."

Olhei ao redor e estava tudo muito movimentado, com muitos anjos selecionando pedidos em volumosas folhas de papel e recados de gente do mundo todo.
E aí continuamos a descer por um longo corredor até chegarmos na segunda seção.

Então o anjo me disse: "Essa é a seção de Empacotamento e Entregas. Aqui, as graças e bênçãos pedidas pelas pessoas são processadas e entregues aos vivos que pediram por elas.

"Percebi como, novamente, o lugar estava. Havia muitos anjos trabalhando muito naquela seção, pois muitas bênçãos tinham sido pedidas e estavam a ser empacotadas para a entrega na Terra.

Finalmente, ao final mais distante daquele corredor paramos em frente a uma porta de um pequeno lugar. Para minha surpresa, havia somente um anjo sentado, sem fazer nada. "Essa é a seção do Reconhecimento," meu anjo me disse, admitindo isso ao parecer envergonhado. 

"Como assim não há nenhum trabalho sendo desempenhado aqui?", perguntei.


"É mesmo muito triste", o anjo suspirou. "Depois que recebem as bênçãos que pediram, muito poucos retornam os reconhecimentos."

"E como podemos reconhecer as bênçãos de Deus?", perguntei-lhe.

"Simples," o anjo respondeu. "'É só dizer, 'Obrigado, Senhor.'."

"E quais bênçãos deveriam ser reconhecidas?" eu perguntei.

"Se você tem comida em sua geladeira, roupas sobre você, um teto sobre você e uma cama para dormir você é mais rico do que 75% desse mundo. Se você tem dinheiro no banco, na sua carteira, e o troco de uma refeição, está entre os 8% de afortunados do mundo."

"E se você receber isso no seu próprio computador, você faz parte do 1% do mundo que tem essa mesma oportunidade."

"Se acordou hoje de manhã com mais saúde do que doença, você é muito mais abençoado dos que os muitos que não conseguirão nem ao menos sobreviver ao dia de hoje."

"Se nunca teve de provar o medo em uma guerra, a solidão da prisão, a agonia da tortura ou pontadas de fome, está acima de 700 milhões de pessoas nesse mundo."

"Se podes ir à Igreja sem temer assédio, prisão, tortura ou morte, você é invejado e mais abençoado que três bilhões de pessoas no mundo todo."


"Se teus pais estão vivos e ainda juntos, você é ainda mais raro."

"Se podes erguer sua cabeça e sorrir, não é a norma. Você é único dentre aqueles todos em dúvida e desespero."

"Está bem. E agora? Como posso começar?"

Se pôde ler essa mensagem, recebeste uma dupla bênção, pois alguém pensava em você como sendo muito especial e és mais abençoado do que mais de dois bilhões de pessoas no mundo que não conseguem ao menos ler.

Tenha um grande dia. Conte todas as suas bênçãos. E se você se importa, repasse a todos para lembrá-los o quão abençoados (e especiais) todos nós somos.


ATTN:   Departamento de Reconhecimento.
"Obrigado, Senhor, pela habilidade de compartilhar essa mensagem e me dar tantas pessoas com quem eu a possa compartilhar."


Eu agradeço a Deus por tudo, em especial toda a minha família e os meus amigos!!!

Fwd: FW: NÚMEROS > O que são números?


Fato curioso!

É um mistério, ou não é?!?

Este ano vamos experimentar quatro datas incomuns:

1/1/11, 1/11/11, 11/1/11, 11/11/11.

E tem mais! Pegue os últimos 2 dígitos do ano em que você nasceu mais a idade que você vai ter este ano e a sua soma será igual a 111! Isto serve para qualquer pessoa!

Por exemplo: o Paulo nasceu em 1981 e vai fazer 30 anos. Portanto: 81 + 30 = 111.

 

O João nasceu em 1940 e vai fazer 71 anos.

Portanto: 40 + 71 = 111.


ALGUEM EXPLICA O QUE É ISSO? Não?

Eu explico: é o ano do dinheiro!

Este ano, outubro terá 5 domingos, 5 segundas feira e 5 sábados. Isto acontece uma vez a cada 823 anos. Esses anos são conhecidos como "moneybags".

Passe para  boas pessoas e o dinheiro aparece em 4 dias. É baseado no feng-shui chinês.

Quem parar não recebe; é um mistério... Bom,... não custa tentar...


Fwd: Os médicos e as putas...


OS MÉDICOS E AS PUTAS...

Você trabalha em horários estranhos.
Que nem as putas!

Pagam pra você fazer o cliente feliz.
Que nem as putas!

Seu trabalho sempre vai além do expediente.
Que nem as putas!


Seus amigos se distanciam de você, e você só anda com outros iguais a você.
Que nem as putas!

Quando vai ao encontro do cliente, você tem de estar sempre apresentável.
Que nem as putas!

Mas quando você volta, parece saído do inferno.
Que nem as putas!

O cliente quer sempre pagar menos e que você faça maravilhas.
Que nem as putas!

Todo dia, ao acordar, você diz: "Não vou passar o resto da vida fazendo isso!"
Que nem as putas!

Se as coisas dão errado, é sempre culpa sua.
Que nem as putas!

Você sempre acaba fazendo serviços de graça para o chefe, os amigos etc.
Que nem as putas!

Apesar de tudo isso, você trabalha com prazer.
Que nem as putas!

Porém, na verdade:

– O médico tem uma vida pior do que puta!

– Puta não atende convênio.

– Puta recebe na hora.

– Puta não dá recibo nem nota fiscal.

– Puta não declara seus clientes para o Imposto de Renda.

– Puta não preenche guias e papeladas.

– Puta não precisa ter contador.

– Puta não paga sindicato, associações nem Conselho Regional.

– Puta não segue código de ética.

– Puta não precisa ir a congressos e cursos.

– Puta não precisa revalidar título de especialista.

– E tem muita puta por aí ganhando mais do que médico!

PUTA QUE O PARIU!

Fwd: Português - 100 erros


AULINHA DE PORTUGUÊS

 
1 - 'Custas' só se usa na linguagem jurídica, e designa despesas feitas no processo. Portanto, devemos dizer: "O filho vive à custa do pai". No singular.

2 - Não existe a expressão
'à medida em que'. Ou se usa à medida que, correspondente a à proporção que, ou se usa na medida em que, equivalente a tendo em vista que.

3 - O certo é '
a meu ver' e não ao meu ver.

4 - 'A princípio' significa 'inicialmente', 'antes de mais nada'. Ex: "A princípio, gostaria de dizer que estou bem".
'Em princípio' quer dizer 'em tese'. Ex: "Em princípio, todos concordaram com minha sugestão".


5 - 'À-toa' (com hífen) é adjetivo e significa 'inútil', 'desprezível'. Ex: "Esse rapaz é um sujeito à-toa".
'À toa'
(sem hífen) é uma locução adverbial e quer dizer 'a esmo', 'inutilmente'. Ex: "Andava à toa na vida".


6 - Com a conjunção se, deve-se utilizar acaso, e nunca caso. O certo: "Se acaso vir meu amigo por aí, diga-lhe...".
Mas podemos dizer: "Caso o veja por aí...".


7 - 'Acerca de' quer dizer 'a respeito de'. Ex: "Falei com ele acerca de você".
Mas há cerca de é uma expressão em que o verbo haver indica tempo transcorrido, equivalente a faz. Ex: "Há cerca de um mês que não a vejo".


8 - Alface é substantivo feminino. "A alface está bem verdinha".


9 - Além pede sempre o hífen: 'além-mar', 'além-fronteiras', etc.


10 - Algures é advérbio de lugar e quer dizer 'em algum lugar'. Já alhures significa 'em outro lugar'.


11 - Mantenha o timbre fechado do o no plural de 'almoços', 'bolsos', 'estojos', 'esposos', 'sogros', 'polvos', etc.


12 - O certo é
'alto-falante', e não auto-falante.
PS-CA - Porque 'alto-falante' fala alto; já o 'automóvel' se move sozinho, ninguém o empurra (por isso considero que andam falando muito alto do avião dos irmãos Wright, coitados, que não levantava vôo sozinho; tinha que ser catapultado; e nem rodas tinha...).


13 - O certo é 'alugam-se casas', e não
aluga-se casas. Mas devemos dizer precisa-se de empregados, trata-se de problemas. Observe a presença da preposição (de) após o verbo. É a dica pra não errar.

14 - Depois de ditongo, geralmente se emprega x. Ex: 'afrouxar', 'encaixe', 'feixe', 'baixa', 'faixa', 'frouxo', 'rouxinol', 'trouxa', 'peixe', etc.


15 - Ancião tem três plurais: 'anciãos', 'anciães', 'anciões'.


16 - 'Ao invés de' significa 'ao contrário de', ou seja, traz idéia de oposição. Ex: "Ela gosta de usar preto ao invés de branco". "Ao invés de chorar, ela sorriu".
 'Em vez de' significa 'em lugar de'. Não tem necessariamente a idéia de oposição. Ex: "Em vez de estudar, ela foi brincar com as colegas". (Estudar não é antônimo de brincar).


17 - Ainda se vê e se ouve muito
aterrisar em lugar de aterrissar, com ss. Escreva sempre com o ss.

18 - Não existe preço barato ou preço caro. Só existe preço alto ou baixo.
O produto, sim, é que pode ser caro ou barato. Ex: "Esse televisor é muito caro. O seu preço é muito alto".

19 - Ainda se vê muito, principalmente na entrada das cidades, a expressão
bem vindo (sem hífen) e até benvindo. As duas estão erradas. Deve-se escrever 'bem-vindo', sempre com hífen.

20 - Nunca empregue hífen depois de bi, tri, tetra, penta, hexa, etc. O nome fica sempre coladinho. "O Sport se tornou tetracampeão no ano 2000". "O Náutico foi hexacampeão em 1968". "O Brasil foi bicampeão em 1962".


21 - Uma revista 'bimensal' é publicada duas vezes ao mês, ou seja, 'de 15 em 15 dias'.
Já a revista 'bimestral' só sai de dois em dois meses. Percebeu a diferença?


22 - Hoje, tanto se diz 'boêmia' como 'boemia'. Nelson Gonçalves consagrou a segunda, com a tonacidade no mia.


23 - Diz-se 'Eu caibo' dentro daquela caixa. A primeira pessoa do presente do indicativo assim se escreve porque o verbo é irregular.


24 - Preste atenção: 'o senador Luiz Estêvão foi cassado'. Mas 'o leão foi caçado' e nunca foi achado. Portanto, 'cassar' (com dois s) quer dizer tornar nulo, sem efeito.


25 - Existem palavras que só devem ser empregadas no plural. Ex: os óculos, as núpcias, as olheiras, os parabéns, os pêsames, as primícias, os víveres, os afazeres, os anais, os arredores, os escombros, as fezes, as hemorróidas, etc.


26 - Pouca gente tem coragem de usar, mas o plural de caráter é 'caracteres'. Então, "O Zeca pode ser um bom-caráter, mas os dois irmãos dele são dois maus-caracteres".


27 - Cartão de crédito e cartão de visita não pedem hífen. Já cartão-postal exige o tracinho.


28 - Catequese se escreve com s, mas catequizar é com z. Esse português...


29 - O exemplo acima foge de uma regrinha que diz o seguinte: os verbos derivados de palavras primitivas grafadas com s formam-se com o acréscimo do sufixo ar: análise-analisar, pesquisa-pesquisar, aviso-avisar, paralisia-paralisar, etc.


30 - Censo é de recenseamento; senso refere-se a juízo. Ex: "O censo deste ano deve ser feito com senso crítico".


31 - Você não bebe
a champanhe. Bebe o champanhe. Porque champagne é palavra masculina.

32 - Cidadão só tem um plural: cidadãos.
 
33 -
Cincoenta não existe. O correto é cinquenta.

34 - Tem gente que ainda erra ao falar gratuito dando tonicidade no i, como de fosse
'gratuíto'. A tonacidade correta deve ser dada no u, tanto ao falar gratuito quanto intuito, circuito, fortuito, etc.

35 - E ainda tem gente que lê rubrica e teima em dizer
rúbrica, em vez de rubrica, com a sílaba bri mais forte que as outras.

36 - Ninguém diz 'eu coloro esse desenho'. Dói no ouvido. Portanto, o verbo colorir é defectivo (defeituoso) e não aceita a conjugação da primeira pessoa do singular do presente do indicativo. A mesma coisa acontece com o verbo abolir. Ninguém é doido de dizer eu abulo.
Pra dar um jeitinho, diga: "Eu vou colorir esse desenho". "Eu vou abolir esse preconceito".

37 - Outro verbo danado é computar. Não podemos conjugar as três primeiras pessoas: eu computo, tu computas, ele computa. A gente vai entender outra coisa, não é mesmo?
Então, para evitar esses palavrões, decidiu-se pela proibição da conjugação nessas pessoas. Mas se conjugam as outras três do plural: computamos, computais, computam.

38 - Outra vez atenção: os verbos terminados em uar fazem a segunda e a terceira pessoa do singular do presente do indicativo e a terceira pessoa do imperativo afirmativo em e, não em i.
Ex: "Eu quero que ele continue assim". "Efetue essas contas, por favor". "Menino, continue onde estava".
 
39 - Mas, ao contrário do item anterior, os verbos terminados em uir devem ser escritos naqueles tempos com i, não com e.
Ex: "Ele possui muitos bens". "Ela me inclui entre seus amigos de confiança". "Isso influi bastante nas minhas decisões". "Aquilo não contribui em nada com o progresso".

40 - Coser significa costurar. Cozer significa cozinhar.

41 - O correto é dizer 'deputado
por São Paulo', 'senador por Pernambuco', e não 'deputado de São Paulo', 'senador de Pernambuco'.

42 - 'Descriminar' é absolver de crime, inocentar. 'Discriminar' é distinguir, separar. Então dizemos: "Alguns políticos querem descriminar o aborto". "Não devemos discriminar os pobres".

43 - Dia a dia (sem hífen) é expressão adverbial que quer dizer 'todos os dias', 'dia após dia'. Ex: "Dia a dia minha saudade vai crescendo".
 Dia-a-dia (com hífen) é substantivo masculino que significa 'cotidiano' e admite o artigo o. Ex: "O dia-a-dia dessa gente rica deve ser um tédio".
44 - Disenteria é disenteria, e não desinteria.
45 - A palavra 'dó' (pena) é masculina. Portanto, 'Sentimos muito dó daquela moça'.

46 - Nas expressões é muito, é pouco, é suficiente, o verbo ser fica sempre no singular, sobretudo quando a expressão se refere a quantidade, distância, peso. Ex: "Dez quilos é muito". "Dez reais é pouco". "Dois gramas é suficiente".


47 - Há duas formas de 'proibir a entrada': é proibido entrada, e é proibida a entrada. Observe a presença do artigo a na segunda locução.


48 - Já se disse muitas vezes, mas vale repetir: 'televisão 
em cores', e não a cores.

49 - 'Emergir' é 'vir à tona', 'vir à superfície'. Ex: "O monstro emergiu do lago".
 'Imergir' é 'mergulhar', 'submergir', 'afundar'. Ex: "O navio imergiu em alto-mar".


50 - A confusão é grande, mas 'se admitem as três grafias': 'enfarte, enfarto e infarto'.


51 - Nunca devemos dizer estadia em lugar de estada (e vice-versa). 'Estadia' é 'permanência de meios móveis', e as de pessoas é 'estada'. Ex: "A minha estada em São Paulo durou dois dias. Mas a estadia do navio em Santos só demorou horas".


52 - Exceção é com ç, e excesso é com ss.


53 - Lembra-se dos 'verbos defectivos'? Lá vai mais um: 'falir'. No presente do indicativo só apresenta a primeira e a segunda pessoa do plural: nós falimos, vós falis. Já pensou em conjugá-lo assim: eu falo, tu fales... Horrível, não?
 
54 - Todas as expressões adverbiais formadas por 'palavras repetidas' dispensam a crase: 'frente a frente', 'cara a cara', 'gota a gota', 'face a face', etc.


55 - Outra vez tome cuidado. Quando for ao supermercado, peça duzent
os ou trezentos gramas de ..., e não duzentas ou trezentas. Porque grama, como medida de massa ou de peso, é substantivo masculino.
Mas grama, a relva, é substantivo feminino, e você, por favor, "não pise na grama, tão bonita crescidinha".


56 - Frequentemente se ouve coisa do tipo
'Há anos atrás...'.
É um erro de redundância, pois o já dá idéia de passado.
Portanto, ou se diz simplesmente
'há anos...' ou 'anos atrás...' Escolha. Mas não junte o com atrás.

57 - Agora uma arapuca do português: as palavras paroxítonas terminadas em n recebem acento gráfico, mas as terminadas em ns não recebem: 'hífen', 'hifens'; 'pólen', 'polens'.


58 - Atenção: 'Ele
interveio' na discórdia, e não 'interviu'. Afinal, o verbo é 'intervir', derivado de 'vir', que se conjuga como o 'vir'.

59 - Item não leva acento. Nem seu plural, itens.


60 - Libido é substantivo feminino. Ex: "Minha libido hoje não tá legal".


61 - Muita gente gosta de estar
'magérrima', 'magríssima', mas o superlativo de magra é 'macérrima'.

62 - Antes de particípios não devemos usar melhor nem pior. Ex: "Os alunos
mais bem preparados são os ...". E nunca: "Os alunos melhor preparados são os ...".

63 - Essa história de 'mal com l' e 'mau com u' até já cansou: É só decorar que 'Mal' é advérbio, antônimo de bem, e 'mau' é adjetivo, antônomo de bom. Depois é só raciocinar. Ou substituir Mal (ou Mau) por bem e por bom para ver se é com l ou com u.


64 - Pronuncie 'máximo' como se houvesse ss no lugar do x. (mássimo).


65 - Nunca a hora é
'meio-dia e meio'. Isso não existe.
Mas existe
'meio-dia e meia', ou seja, meio-dia e meia hora.
66 - Não tenho 'nada a ver com isso', e não 'nada haver com isso'.

67 - 'Nem um nem outro' leva o verbo para o singular: Ex: "Nem um nem outro conseguiu cumprir o que prometeu".


68 - Toda vez que usar o verbo gostar, tenha cuidado com a ligação que ele tem com a preposição de. Isso porque "quem gosta, gosta de alguma coisa". Ex: "A coisa de que mais gosto é passear no parque". "A pessoa de que mais gosto é minha mãe".


69 - Lembre-se: 'pára', com acento, é do verbo parar, e 'para', sem acento, é a preposição. Portanto: Ele não pára de repetir para o amigo que tem um carro novo.
(PS-CA - Este item está prejudicado pela nova ortografia).

70 - E tem mais: 'pelo' (sem acento), é contração da preposição por com o artigo o, e pêlo, com acento, é cabelo
(PS-CA - Idem, talvez, assim como várias seguintes).

71 - E quer mais? 'Pêra', a fruta, leva acento, só para diferenciar de uma antiga preposição também chamada 'pera'. Já o plural de pêra dispensa o acento: 'peras'. Dá pra entender? Parabéns!


72 - Ainda tem mais uma palavra com acento diferencial: 'pôde', terceira pessoa do singular do pretérito perfeito do verbo poder. É para diferenciar de 'pode', a forma do presente. Ex: "Ele até que pôde fazer tudo aquilo, mas hoje não pode mais". Percebeu a diferença?


73 - Pôr só leva acento quando é verbo: "Quero pôr tudo no seu devido lugar". Mas se for preposição, não leva acento. Ex: "Por qualquer coisa, ele se contenta".


74 - Nunca diga, nem escreva
'1 de abril', '1 de maio'. Mas sempre: 'primeiro de abril', 'primeiro de maio'. Prevalece o ordinal.

75 - Parece ser errado dizer "Quando eu 'vir' Maria, darei a ela o seu recado", mas esse é o emprego correto do verbo ver no 
futuro do subjuntivo. "Se eu o vir", "Quando eu o vir", etc.
Mas se é o verbo vir que está na jogada, a coisa muda: "Quando eu 'vier'", "Se eu 'vier'".


76 - Só use 'quantia' para valores em dinheiro. Para o resto use 'quantidade'. Ex: "Recebi a quantia de 20 mil reais". "Era grande a quantidade de animais no meio da pista".


77 - O prefixo 'recém' sempre se separa por hífen da palavra seguinte e deve ser pronunciado como oxítona. Ex: "Recém-chegado de Londres".


78 - Retificar é 'corrigir', e Ratificar é 'reafirmar'. Ex: "Eu ratifico o que disse e retifico meus erros".


79 - Ao dizer 'ruim', diga a sílaba mais forte na im. Não tem cabimento outra pronúncia.


80 - Fique atento: só empregamos 'São' antes de nomes que começam por consoante: 'São Mateus', 'São João', 'São Tomé', etc. Se o nome começa por vogal ou h, empregamos 'Santo': 'Santo Antônio', 'Santo Henrique', etc.


81 - E lembre-se: 'seção', com ç, quer dizer 'parte de um todo', 'departamento': Ex: "seção eleitoral", "seção de esportes". Já 'sessão', com ss, significa intervalo de tempo que dura uma reunião, uma assembléia, um acontecimento qualquer. Ex: "A sessão do cinema demorou muito tempo".


82 - 'Senão' (juntinho) quer dizer "caso contrário"; e 'se não', (separado), equivale a "se por acaso não". Ex: "Chegue cedo, senão eu vou embora". "Se não chegar cedo, eu vou embora". Percebeu a diferença?


83 - , quando é adjetivo, equivale a 'sozinho' e varia em número, ou seja, pode ir para o plural. Mas, quando advérbio, equivale a 'somente' e não varia em nada. Ex: "Brigaram e agora vivem sós" (sozinhos). "Só (somente) boas idéias os motivam".


84 - É comum ouvirmos no rádio e na tv a palavra
'subzídio'; isto é, ouvimos a palavra subsídio com pronúncia de z. Mas a pronúncia correta é de ss. Portanto, escreva 'subsídio' e pronuncie 'subssídio'.

85 - 'Taxar' é 'tributar', 'fixar preço'. 'Tachar' é 'atribuir defeito', 'acusar'.


86 - Nunca diga 'Eu torço
para o Flamengo'. Torça 'pelo Flamengo'.

87 - Todo mundo tem dúvida, mas preste atenção: "50% dos estudantes passaram nos testes finais". "Somente 1% terá condições de pagar a mensalidade". "Acreditamos que 20% do eleitorado se abstenha de votar nas próximas eleições". "Mais exemplos: 10% estão aptos a votar, mas 1% deles preferem fugir das urnas".
Quer dizer, concorde com o mais próximo e saiba que essa regra é bastante flexível.


88 - 'Um dos que' deixa dúvidas, mas, pela norma culta, devemos pluralizar. Ex: "Eu sou um dos que foram admitidos". "Sandra é uma das que ouvem rádio".

Mas há gramáticos que aceitam o emprego do singular depois dessa expressão.


89 - 'Veado' se escreve com e, e não com I.


90 - Viagem e Viajem - Esse português da gente tem cada uma: tem viagem com G e viajem com J . Tire a dúvida: viagem é o substantivo. Ex: "A viagem foi boa". Viajem é o verbo. Ex: "Caso vocês viajem, levem tudo".


91 - O prefixo 'vice' sempre se separa por hífen da palavra seguinte: vice-prefeito, vice-governador, vice-reitor, vice-presidente, vice-diretor, etc.


92 - Geralmente, se usa o 'x depois da sílaba inicial en': enxaguar, enxame, enxergar, enxaqueca, enxofre, enxada, enxoval, enxugar, etc.
Mas cuidado com as exceções: encher e seus derivados (enchimento, enchente, enchido, preencher, etc) e quando -en se junta a um radical iniciado por ch: encharcar (de charco), enchumaçar (de chumaço), enchiqueirar (de chiqueiro), etc.


93 - Não adianta chiar: 'chuchu' se escreve mesmo com 'ch'.


94 - 
'Ciclo vicioso' não existe. O correto é 'círculo vicioso'.

95 - E qual a diferença entre 'achar' e 'encontrar'? Use 'achar' quando você encontra o que estiver procurando, e 'encontrar' quando encontrar algo que você não estiver procurando. Ex: "Achei finalmente o que procurava". "Maria encontrou uma corda debaixo da cama". Jorge achou o gato dele que fugiu na semana passada.


96 - 'Adentro' é uma palavra só: meteu-se porta adentro. A lua sumiu noite adentro.


97 - Não existe 'adiar para depois'. Isso é redundante, porque adiar só pode ser para depois.
 
98 - 'Afim' (juntinho) tem relação com afinidade: gostos afins, palavras afins. 'A fim de' (separado) equivale a para. Ex: "Veio logo a fim de me ver contente".


99 - Pode parecer estranho, mas conjuga-se o verbo 'aguar' normalmente: eu águo, tu águas, ele água, nós aguamos, vós aguais, eles águam.


100 - 'Centigrama' é palavra masculina: dois centigramas.



terça-feira, 5 de março de 2013

Fwd: O CÉTICO E O LÚCIDO



-
      Vida após a morte? Deus?
É A Primeira vez que vejo uma argumentação tão criativa e racional!

Tenham otima semana

 

 

O CÉTICO E O LÚCIDO...

 

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês.

O primeiro pergunta ao outro:

- Você acredita na vida após o nascimento?

- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

- Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.

- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está excluída - o cordão umbilical é muito curto.

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E, afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

- Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

- Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.

- Bem, mas, às vezes, quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando ou sente como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela...                                       

 

 

PENSE NISSO.....

A pessoa que escreveu este texto foi muito iluminada.

Eu nunca havia pensado dessa maneira. Adorei a forma utilizada para esclarecer uma dúvida que atormenta a maioria da humanidade.

Como achar que não exista vida após o nascimento??? Esta questão é a mesma de não acreditar em vida após a morte!!!

Tudo depende de um ponto de referência. Usar o óbvio para explicar o duvidoso.

 

Aliás... "O que é a vida e o que é a morte?"