domingo, 26 de fevereiro de 2012

brasil gastador ou repassador?

TERÇA-FEIRA, 29 DE MARÇO DE 2011

TEIA DIGITAL 29.03

Simples assim. "Assim que o homem decide que todos os meios são permitidos para combater um mal, então seu bem se torna indistinguível do mal que ele começou a destruir"( Christopher Dawson).

CODEMA. Registro com satisfação que, em Macapá, no Estado do Amapá, no XV Fórum dos Presidentes e Superintendentes da Fecomércio e Diretores do SESC e SENAC da Amazônia Legal , que reuniu todos os dirigentes da Amazônia Legal (Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Maranhão), o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia-Fecomércio/RO, Raniery Araújo Coelho, foi eleito presidente do Conselho Empresarial de Desenvolvimento da Amazônia Legal-CODEMA, órgão que reúne os empresários e organizações empresariais em torno dos objetivos, planos e projetos destinados a promover o desenvolvimento da região. Raniery, com a rapidez que lhe é peculirar, já começou a organizar uma reunião do Conselho com as bancadas do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima, em Manaus, no Amazonas, para discutir e acelerar a resolução da ligação interoceânica entre o Atlântico e o Pacífico que se encontra emperrada, principalmente, em relação aos 400 km que faltam da BR-319 ligando Manaus e Porto Velho. Segundo ele, também irá solicitar a presença de representantes dos Ministérios dos Transportes e do Meio Ambiente para que esclareçam quais os problemas reais em relação à conclusão das obras, de vez que se trata de uma via essencial para a Amazônia e para a integração sul-americana. 

Sem mão de obra. Uma pesquisa feita pelo Senac em cinco capitais brasileiras concluiu que falta mão de obra qualificada para receber os turistas que virão para a Copa de 2014. No setor de alimentação, 34,2% dos empregadores apontaram dificuldades para contratar cozinheiros e 30,8% afirmaram ter problemas para encontrar garçons. No setor de hospedagem, 40% dos entrevistados reclamaram da falta de recepcionistas e 30,7% de boas arrumadeiras e camareiras.

Estado gastador. O Brasil figura é um dos campeões mundiais em impostos, com carga tributária em torno de 34% do Produto Interno Bruto (PIB). Para o jornal Brasil Econômico, mais importante do que retomar a discussão de quanto é alto o recolhimento de tributos pelo governo, vale focar o motivo que leva a isto. E os especialistas são unânimes em dizer que o modelo de Estado provedor, que ganhou força com a Constituição de 1988, trouxe atribuições de uma cobertura social que demanda mais gastos públicos do que em outras nações.

Greves param obras do PAC. Causa enorme preocupação no governo o fato de que as principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) por greves de trabalhadores. O Planalto está preocupado e pretende agir antes que o movimento se alastre. Estima-se que cerca de 80 mil trabalhadores estejam parados. Só os trabalhadores das usinas de Jirau e Santo Antônio somam, pelo menos, 34 mil de braços cruzados, porém, também o problema existe em Suape (PE), com mais 20 mil, na Refinaria Abreu e Lima, outros 14 mil na Petroquímica Suape, ambas controladas pela Petrobras – e mais 5 mil em Pecém (CE). A presidente Dilma Rousseff pediu ao secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, que se reúna hoje, terça-feira, com as centrais sindicais, empresas concessionárias e Ministério Público do Trabalho para tentar chegar a um acordo e impedir a interrupção do principal programa de investimentos do governo.

Ficha Limpa. Não é o fato apenas que os principais jornais destacaram, de forma negativa, que, por 6 a 5, o Supremo Tribunal Federal anulou a validade da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010. A decisão, que beneficiou políticos considerados pouco éticos, obtida com o voto do novo ministro, Luiz Fux, formou entendimento de que a lei não poderia ter sido aplicada em 2010 por causa do princípio pelo qual a legislação promulgada em um ano apenas entra em vigor no seguinte. Bem, mas, como fica o direito daqueles que, na mesma situação, desistiram ou tiveram suas eleições prejudicadas pela questão? Vale lembrar o princípio de que justiça tardia é injusta por natureza. E a decisão sujou, mais uma vez, a imagem da justiça e passa a impressão para a população de que a lei pode ser sempre burlada em favor dos amigos. Péssimo para a democracia. 

Crescendo. As vendas de produtos ligados à Páscoa serão maiores do que no ano passado segundo a expectativa de 77,6% dos supermercadistas. A estimativa é de crescimento de 10,6% nas vendas, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira dos Supermercados (Abras). Para 18,4% dos supermercadistas, as vendas vão ficar no mesmo patamar de 2010, enquanto 4,1% acreditam num recuo este ano. "A Páscoa de 2011 tem tudo para ser ainda mais farta do que foi a de 2010. Destaque para o bacalhau e peixes em geral, cujas encomendas dos supermercadistas junto aos fornecedores cresceram acima de 10%", afirmou o presidente da Abras, Sussumu Honda. O jornal Brasil Econômico registra que as vendas reais dos supermercados brasileiros cresceram 2,77% em fevereiro na comparação com o mesmo mês no ano passado. Segundo a Abras, no acumulado do ano, as vendas subiram 3,24% em relação ao primeiro bimestre de 2010.

--