sábado, 28 de janeiro de 2012

Conversa intima com DEUS


VERSÍCULO:
  "Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a
seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o
recompensará."
   -- Mateus 6:6

PENSAMENTO:
  O ponto de Jesus não é de condenar a oração em público. Jesus e
os primeiros discípulos oraram em público em diversas ocasiões (Mc
6:41; Lc 11:1; João 17; Atos 1:24; 3:1; 4:24-30). Não é que temos
que entrar num quarto sozinho com a porta fechada para Deus nos
ouvir. Mas, para ter uma conversa importante com alguém, a maioria
de nós procuramos um local e um momento reservado. Queremos a
atenção daquela pessoa e queremos evitar distrações. Deus não pode
ser distraído. Mas, nós podemos e freqüentemente somos distraídos
pela presença, pelo interesse, pela reação de outras pessoas. Se
meu objetivo for uma conversa intima com Deus, nada melhor que um
lugar reservado. Lá eu vou poder concentrar meus pensamentos nEle.
Ele me ouvirá porque saberá que é com Ele, somente Ele, que eu
quero falar. Se nós formos uma igreja que juntos oramos a Deus,
mas, em particular, não falamos quase nada com Ele, o que é que
isso mostra? Como alguém observou - A oração em grupo tem força na
medida que a oração em particular tem vida.

ORAÇÃO:
  Meu Pai, não compreendo como o Senhor consegue me ouvir e ao
mesmo atender as orações de tantas outras pessoas. Mas, pela
maneira que tenho visto suas respostas, eu sei que o Senhor está
ouvindo e atendendo. Obrigado por me ouvir e por me dar esse meio
direto de falar com o Senhor. Em nome de Jesus eu oro. Amém. [***
Por favor,  continue a visitar os anunciantes a cada acesso ao
site. Sua colaboração é fundamental no sustento deste ministério.]

http://www.hermeneutica.com/jd/1/0127.html